facebook pixel

Entrar

Cadastre-se

Um link para definir uma nova senha será enviado para seu endereço de e-mail.

Seus dados pessoais serão usados para aprimorar a sua experiência em todo este site, para gerenciar o acesso a sua conta e para outros propósitos, como descritos em nossa política de privacidade

Saber meu tamanho de anel

A origem e a reinvenção do escapulário

Conheça os significados que um escapulário carrega

Um colar que é tão bonito no colo quanto o é nas costas. Uma corrente com duas medalhas quadradas, em lados opostos. Assim é o aspecto tradicional de um escapulário. O uso desse acessório tem a origem explicada por uma lenda: em 1251, São Simão Stock, um monge inglês, temia a destruição da Ordem Carmelita, da qual fazia parte, pelo Papa Honório III.

O monge suplicou aos céus por auxílio, por algo que o fizesse se sentir protegido em relação ao fim de sua Ordem. Nossa Senhora Aparecida, também conhecida como Virgem Maria, atendendo as preces do monge, foi visitá-lo. Entregou-lhe um escapulário, que deveria ser reproduzido e distribuído outros monges da Ordem Carmelita, porque, segundo a santa, “quem morrer vestindo-o, se salvará”.

Depois de alguns meses, Honório III reconheceu a Ordem, o que permitiu a disseminação do escapulário por toda a Europa. Naquela época, o objeto era feito em tecido, como uma faixa, para colocar sobre o hábito dos monges. Com o passar do tempo, foi reinterpretada e ganhou um novo modelo: dois pedaços de tecido presos em um cordão, com a imagem de Nossa Senhora do Carmo estampada em um dos lados e o Sagrado Coração de Jesus em outro.

Embora esse acessório seja entendido como um símbolo do cristianismo pela forma como surgiu, a popularização do escapulário trouxe novos significados para ele. Isso também aconteceu com as caveiras e com as cruzes, por exemplo, que atualmente são vistas também como elementos de moda, e não só como alertas ou símbolos religiosos, respectivamente.

Além disso, o significado da palavra “escapulário” não está relacionado a alguma religião. Em latim, língua de onde vem o nome, “scapula” pode apresentar dois sentidos: armadura e proteção ou ombro e escápula. Acredita-se que a associação da palavra à parte do corpo se dá pelo local onde o escapulário fica localizado quando é usado como acessório, e que a peça pode trazer proteção para quem a utiliza.

Sendo assim, o escapulário pode ser incorporado ao seu cotidiano apenas como um acessório de moda ou como uma peça que carrega significado. Segundo a tradição, o escapulário deve chegar às suas mãos por outra pessoa, como um presente, mas não há problemas em comprar esse acessório para você mesma(o). Reinvente os sentidos que a joia pode trazer e descubra qual combina mais com as suas crenças e com a sua personalidade! Nada como unir tradição e modernidade em uma joia exclusiva.

 

Nós da Plume Acessórios acreditamos que o escapulário é uma peça estilosa e protetora ao mesmo tempo. Se você quiser presentear outra pessoa ou fazer um agrado para você, podemos produzir um escapulário personalizado, com diferentes formatos de medalhas, com pedras que emanam o tipo de energia que mais te agrada ou seguindo modelo mais tradicional da peça.

Incorpore o escapulário na sua caixa de joias de acordo com o que ele significa para você. Explore os modelos e as combinações que ele pode apresentar e crie conosco uma joia que traduz o seu estilo e a sua crença. Para se inspirar, confira os originais escapulários de turmalina negra e de turmalina rosa, feitos à mão com muito amor!

 

Por Julia Gravalos Benini

Joias Plume

Tags:
Compartilhar
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Conteúdos pra você

X
Abrir conversa
1
Olá, tudo bom?
Qualquer dúvida, fique à vontade para me chamar aqui.