facebook pixel

Entrar

Cadastre-se

Um link para definir uma nova senha será enviado para seu endereço de e-mail.

Seus dados pessoais serão usados para aprimorar a sua experiência em todo este site, para gerenciar o acesso a sua conta e para outros propósitos, como descritos em nossa política de privacidade

Saber meu tamanho de anel

O que é prata de lei e ouro 18k?

Esta semana fiz um vídeo em nosso story do Instagram (@plume_acessorios) contando de onde vinha o termo prata de lei. O assunto rendeu tantas perguntas no direct e whatapp que decidi vir aqui deixar registrado neste blog para quem quiser ler.
O termo prata de lei surgiu no século XIII quando o rei de Portugal Dom Afonso II criou uma lei que punia quem fabricasse peças com ligas inferiores a 925. Mas o que seria liga inferior a 925? Assim como o ouro, a prata utilizada para joalheria não é 100% pura. Isto porque ambos metais são muito macios para joias. Eles precisam ser misturados, a tal da liga já mencionada, a outros materiais menos nobres para ter a composição ideal.
Como já disse, isso vale também para o ouro. É por isso que você frequentemente vê por ai OURO 18 QUILATES, isto nada mais é que aquela joia possui 75% de ouro puro e o restante em outros metais. Os mais usuais são, cobre, prata e paládio. Também é comum chamarem de ouro 750, mas valor é o mesmo que ouro 18 quilates. Só muda a nomenclatura. Ambos possuem 75% de ouro puro em sua composição.
Não somos só nós da Plume que fazemos estas ligas, esta é uma necessidade de toda alta joalheria. Apenas as joias em ouro 24k que são feitas em ouro puro, porém elas são muito raras de se achar pois o ouro é maleável o que faz amassar e riscar com muita, muita facilidade.
Como acontece a mágica de transformar o tom do ouro? Simples, basta fazer a liga que quiser. Por exemplo: caso queira uma joia 18k em ouro rosé, você terá que usar 75% de ouro puro e usar mais cobre que prata na composição. Mas se por acaso você quer uma joia em ouro branco, precisará usar 75% de ouro puro e acrescentar o restante com prata e paládio. Você vai alterando o tom de acordo com a quantidade que usar de cada metal. Vale ressaltar que tem que utilizar apenas 25% de outros metais para ter uma joia de ouro 750 ou 18k. Fora do Brasil é comum encontrar joias feitas em ouro 16k ou 12k, isso quer dizer que quanto menor for os quilates menor será a quantidade de ouro puro usado naquela peça.
Mas vamos voltar à prata de lei. No caso da prata para ser considerada de lei, ela deve ter no mínimo 92,5% de prata pura e apenas 7,5% de outros metais, como cobre e latão. Quando vem carimbado na joia prata 925, significa que 92,5% daquela joia é feita em prata pura. Se vem marcado na joia 950 significa que 95% daquela peça é feita com prata pura. Estas são as duas ligas mais usadas para joias em prata: 925 ou 950.
Em nosso caso, confeccionamos nossas peças com prata 950 e posteriormente damos banho de ouro. Este é um padrão que determina um elevado grau de pureza aliado à qualidade e resistência desejável para nossas joias. Gostou? Deixe seu comentário ou dúvida aqui!

Joias Plume

Tags:
Compartilhar
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Conteúdos pra você

X
Abrir conversa
1
Olá, tudo bom?
Qualquer dúvida, fique à vontade para me chamar aqui.