facebook pixel

Entrar

Cadastre-se

Um link para definir uma nova senha será enviado para seu endereço de e-mail.

Seus dados pessoais serão usados para aprimorar a sua experiência em todo este site, para gerenciar o acesso a sua conta e para outros propósitos, como descritos em nossa política de privacidade

Saber meu tamanho de anel

Ouro amarelo, branco, champanhe ou rosé? Descubra as diferenças

Todo ouro é dourado, a princípio. No entanto, para que ele seja transformado em uma joia, ele deve ser misturado a outros metais. Essa mistura é o que vai mudar sua cor e sua tonalidade, criando tons como o rosé, o branco, o negro, o champanhe, e assim por diante. 

Dessa forma, isso faz com que cada um dos tipos contenha uma quantidade maior ou menor de ouro em sua composição. Enquanto amarelo é feito com mais cobre e prata, o branco contém apenas paládio. Já o rosé é composto por cobre e prata. Por sua vez, o champanhe (também conhecido como “ouro nobre”) contém prata e níquel. 

Abaixo, falamos mais sobre alguns dos tipos desse metal nobre encontrados no mercado. Continue lendo para entender!

Tipos de ouro

Champanhe

Entre as várias opções existentes, o champanhe é uma das que mais se destaca. Sua coloração é marcada por um tom amarelado mais claro do que o ouro amarelo, tendo ainda notas de tons rosados.

Isso se deve ao fato de que o tom champanhe encontra-se em uma zona intermediária entre o ouro amarelo e o rosé. Desse modo, sua cor pode ser considerada “neutra”. Graças a essa neutralidade, você pode acrescentá-lo a composições com outros tipos de ouro sem que um se sobressai em relação a outro tom. 

Ouro amarelo

A cor amarela desse metal é talvez a mais conhecida e utilizada na joalheria. Ele é uma opção clássica, sendo um dos mais procurados e vendidos nas joalherias. Inclusive, quando se trata de casamentos, essa tonalidade se faz praticamente onipresente nas mãos dos noivos.

Justamente pela sua atemporalidade, esse tipo vai bem com tudo. Para ressaltá-lo ainda mais, utilize peças escuras. Um colar em ouro amarelo pode ser usado com uma blusa preta de gola alta. No entanto, utse-o da forma que preferir. Com essa tonalidade, não há erro!

Branco

Quando falamos sobre “ouro”, logo nos vem a imagem do ouro amarelo, e, possivelmente, algumas de suas variações mais próximas como a champanhe. Contudo, como já mencionamos, existem várias tonalidades e colorações desse metal precioso.

Talvez uma das mais inusitadas — e mais chiques, diga-se de passagem — seja a variante “branca” do tradicional amarelo. Sua liga não tem tanto brilho quanto as outras formas de ouro, mas ainda assim é extremamente refinada. 

Além disso, devido ao ródio — que pertence a mesma família da platina — ela tem um aspecto mais prateado do que suas irmãs. A escolha por criar esse tipo veio para criar uma alternativa para as joias de platina, comumente onerosas. 

Rosé

De todas as colorações, a rosé é a mais romântica! Com cada vez mais espaço na joalheria, esta tonalidade vem marcando presença em várias joias e acessórios: de colares a brincos, de aneis a braceletes.

Embora tenha ganhado mais destaque nos últimos anos, as origens do rosé remontam à Idade Média. No entanto, foi no século XIX que ele passou a receber mais atenção, especialmente na Rússia, o que o fez ser conhecido como “ouro russo”. 

Na Plume, além de fazermos joias personalizadas em ouro, também temos uma coleção em 18k. Confira nossa coleção Segredos do Oceano! Se quiser ainda um acessório exclusivo feito com esse metal precioso, entre em contato e peça um orçamento.

 

 

 

Joias Plume

Tags:
Compartilhar
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Conteúdos pra você

X
Abrir conversa
1
Olá, tudo bom?
Qualquer dúvida, fique à vontade para me chamar aqui.